sábado, 5 de março de 2016

Insosso

Vendo o teu corpo nu sobre o meu
a poesia veio-me à boca:
é essencial amar...

Não esse amor de instantes, sedento de sexo,
não esse amor carente de beijos fugidios,
mas um amor que eu nunca senti
e desisti de buscar.

A razão transpôs a poesia
e o teu gosto perdeu o sabor.

Indizível


Poesia é grito,
lágrima,
suspiro.
Poesia é tristeza, felicidade,
certeza, indecisão.
Poesia pode ser o óbvio
e o subjetivo,
 o tudo e o nada
o perfeito e o incorreto.

Como julgar o que vem do coração?

Petulância


Perdi a habilidade
de transpor em palavras
as pulsações histéricas do meu coração.

Abandonei o ato
de suicidar meus olhos
em lágrimas.

Esqueci a sensibilidade
em alguma curva da estrada
e desaprendi o caminho de volta.

Meus passos
seguem em um único sentido:
em frente.

sábado, 23 de maio de 2015

Firme

Surtei!

Fechei os olhos e segui,

abri os braços e chorei.

Caí.

Não tive medo.

As vezes cair 
é o único modo 
de sentir o chão.


sábado, 11 de abril de 2015

DOCE

Há quem tenha medo da solidão.
A mim, ela suaviza os sentimentos,
harmoniza o tempo,
ilumina os pensamentos,
dá leveza à vida.